• Home »
  • Creche »
  • O Papel do Pai na Gravidez – Companheiro, Massagista, Amigo…

O Papel do Pai na Gravidez – Companheiro, Massagista, Amigo…

Cada gravidez é um momento único, hoje vou colocar aqui dicas importantes que aprendi durante as 4 gestações de minha esposa e que proporcionaram uma gravidez mais tranquila, com menos dor, enjoo e menos solidão.

Os Homens vivem a gravidez de maneira diferente, nós não sentimos as modificações no corpo, as alterações nos níveis hormonais, aumento de peso, falta de ar e tudo mais.

Por isso temos que ser compreensivos e participar efetivamente da gravidez cumprindo um papel diferente. Confira abaixo:

O papel do Pai na gravidez - creche do papai

1 –  A Mulher é mais sensível na gravidez, requer maior compreensão do companheiro

A partir do momento que a gravidez é confirmada é como se apertasse um botão START na cabeça da mulher, e a sensibilidade se aflora principalmente nos 3 primeiros meses.

Nesse momento é que nós homens temos quer ser homens de verdade, ter paciência e saber entender que trata-se de uma fase.

A sensibilidade na gravidez se explica por 2 motivos:

  • Parte culpa dos hormônios o estrogênio e a progesterona que vão as alturas;
  • Parte pelas dúvidas, receios, medos, alegrias, enfim, milhares de sentimentos chegam e ficam até o final da gravidez.

Por isso meu querido novo Papai, você tem que ser “o cara”, que o Roberto Carlos se refere na música dele “ Esse cara sou eu“.

2 – Seja um parceiro na hora do enjoo

Se a sua mulher enjoar muito observe as coisas de quela está enjoando e evite fazer ou comer perto dela. Preste atenção até no seu perfume ou no seu “CêCê”, tem mulher que enjoa até do cheiro do parceiro. Nesse caso tome banho e troque o perfume.

Cheiros que a mulher pode enjoar:

  • Café
  • Feijão Cozinhando
  • Carne cozida ou frita
  • Cebola, alho, caldo de carne em cubos e muito mais.

Normalmente elas enjoam mais do cheiro do preparo da comida. Tente manter ela longe do preparo se for o caso.

Algumas gentilezas que você pode fazer Sem muito esforço:

  1. Leve o café da manhã na cama. Nem que sejam algumas bolachas de água e sal e um copo de água para fazê-la se sentir menos enjoada.
  2. Se você estiver inspirado, faça um chá de menta com gengibre ou cidreira para que ela tome ao longo do dia.
  3. Geralmente frutas cítricas ajudam a diminuir o enjoo: Limão, laranja, tamarindo e outras.
  4. Ou prontifique-se para ir ao supermercado comprar qualquer coisa que ela ache que vá diminuir a náusea.

3 – Colabore para que ela descanse – Faça massagens

Nos primeiros meses de gravidez, a mulher dente a sentir muito cansaço pois a criança está precisando de muita energia para ser formada. Ainda junta com o enjoo então você imagina como é difícil para ela?

Provavelmente ela vai se sentir cansada o tempo todo. Ajude-a a dormir bem sempre que possível.

Antes de se deitar para dormir, é bom ir ao banho para relaxar, enquanto isso, organize as coisas para que ela se deite mais cedo. Depois você a surpreende ela com uma massagem nos ombros, nos pés e nas pernas.

4 – Converse com a sua parceira, seja amigo

Mulher é um ser que gosta de conversar estando grávida ou não. Converse com ela, deixe ela falar e dê atenção a ela. Procure responder as suas dúvidas e inseguranças, demonstre que está ao seu lado para o que der e vier.

As vezes e mulher só precisa falar um pouco com alguém para se sentir melhor.

5 – Pense em nomes para a criança

A escolha do nome da criança é uma grande decisão não só para vocês, como também para a criança, que terá que conviver com ele por toda vida. Não deixe esse assunto para a última hora.

Converse com sua parceira sobre suas preferências e as preferências dela. Faça uma lista de uns 5 nomes mais queridos e negocie com sua parceira qual será escolhido… essa negociação pode ser dura.

  • Se vocês não chegarem no acordo e você estiver decidido a colocar o nome que você escolheu, então siga esse passo a passo:
  • Coloque seus argumentos, seus motivos para escolher aquele nome e não se abale com o NÃO, que vai vir.
  • Tenha paciência, lembre-se ela está muito sensível e pode se magoar por qualquer coisa.
  • Seja perseverante, espere alguns dias e depois de fazer uma média, Tente de novo!
  • Tente várias vezes e se mesmo assim não der certo apele para emoção! Chore.

Faça por merecer! Se tudo isso não der certo… conforme-se e fale:  “então o nome do nosso próximo filho eu escolho!

6 – Dê Preferência e participe das consultas médicas, exames e compras

Sempre que possível dê preferência aos programas da gravidez. Vá nas Consultas e exames, tire dúvidas com o médico e vá também as compras de tudo relacionado a gravidez. Opine, participe!

Ter um filho é algo raro e único, depois você vai sentir saudades então aproveite o máximo possível.

7 – Incentive ela a Fazer exercícios físicos

Logo nas primeiras consultas informe-se com o médico se sua parceira pode fazer exercícios físicos. Diante da autorização, incentive -a a praticar exercícios físicos. E participe também, acompanhe!

Uma Caminhada, hidroginástica, yoga, são sugestões de excelentes atividades para cuidar do corpo e do bem-estar.

 8 – Organize as finanças – Pense no Pós-Parto

Ter um filho é caro. é mais uma pessoinha que vai ocupar o mundo. Use o tempo antes do Bebê nascer para programar melhor, junto com sua mulher, o orçamento da casa e fazer ajustes no que for necessário desde as despesas da hora do parto.

É bom já pensar também no futuro e em como poupar para que, um dia, vocês possam oferecer tudo o que sonham a seu filho.

Saber que as finanças da família estão sob controle trará bem mais segurança à sua parceira, algo super importante nesta fase

E claro, quando precisar de uma creche… CRECHE DO PAPAI

Espero que tenha gostado.

 

Victor Oliveira – Pai de 4 lindas meninas.
Creche do Papai